Até onde vamos? Motoristas podem “furar” sinaleiras depois das 22h

Somos cada dia mais reféns da violência, da falta de ação e de planejamento. A cada dia vemos nos jornais notícias e relatos de assaltos, latrocínios, mortes. Até quando? Será que a violência em Porto Alegre pode aumentar? Será que vivermos sob o regime do medo?

Desde o início do ano, 24 pessoas morreram vítimas de assaltantes em Porto Alegre. Por conta disso, há uma série de medidas que estão sendo “liberadas”. Por exemplo, passar no sinal vermelho após às 22h. Mais, há uma lista de “cuidados” que a população deve tomar:

– Procure guiar, sempre que possível, na pista central porque as laterais ficam mais propícias ao ataque.

– Mantenha os vidros fechados.

– Durante o trajeto, procure seguir por ruas movimentadas.

– Procure locais iluminados para estacionar.

– Ao chegar à garagem, verifique se não há pessoas suspeitas no entorno. Se for necessário, dê uma volta.

– Evite ficar aguardando alguém no interior do veículo. É preferível circular até seu passageiro chegar ou estacionar em local seguro.

– Evite ostentar joias, dinheiro e aparelhos celulares.

– Procure estar atento a tudo que está acontecendo ao seu redor, se não há alguém lhe seguindo.

– Estabeleça um roteiro iluminado e movimentado. De preferência, ande acompanhado.

– Evite passar junto ou atrás de terrenos baldios e matas.

– Evite manter o estabelecimento aberto em horários de menor movimento.

– Tenha um tipo de apoio, como câmeras de segurança.

– Mantenha a porta da garagem sempre fechada.

– Atenda à porta somente depois de prévia identificação.

– Não deixe a luz acesa durante o dia.

– Revise as fechaduras, principalmente à noite.

– Evite ostentar joias, dinheiro e aparelhos celulares.

– Mantenha-se sempre atento ao que está ocorrendo dentro do transporte coletivo.

 

Eu me pergunto: quais os cuidados que o poder público está tomando? Se é para evitarmos vias escuras, por que os governos não iluminam as ruas? Por que é sempre o cidadão que tem pagar a conta, mudar os hábitos?

Sigo acreditando que o melhor enfrentamento para a crise é a geração de emprego e renda. A violência diminui quando as pessoas têm oportunidade e escolha. Ou Porto Alegre e o RS mudam de caminho e de postura, ou os índices de violência aumentarão muito e cada vez mais. Chega de divulgar listas de cuidados que nós devemos ter. É hora de vermos uma lista de medidas efetivas para mudarmos a situação.

Leave a reply

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien