Dilma, PT, Temer e PMDB: eles são o maior dos golpes

35700648-060d-4207-88c1-52c08b78c4f1

Não estou acreditando em tudo o que vejo acontecer no Brasil. Primeiro porque é uma crise econômica gerada, em quase sua totalidade, por erros de principiantes. A economia não permite erro. Dilma vem errando e persistindo no erro há anos. Além de errar na política econômica, ela acentua a crise ética ao aliar-se ao PMDB de Cunha, Renan, Temer. Depois, erra ao tentar salvar Lula e dar-lhe foro privilegiado. É um erro atrás do outro.

Agora, para tentar justificar seus erros, Dilma diz que toda crítica a ela é GOLPE. Ora! Golpe é o que ela fez no Brasil, gerando 10 milhões de desempregados, trocando ministério por apoio, destruindo a Petrobras.

Golpe é o que faz o PMDB, tentando ser líder de um processo de impeachment tendo sido co-responsável por essa tragédia que o país vive. Divido com vocês o que Marina Silva disse ontem.

Disse Marina Silva, ontem:

“Em três minutos, apenas três minutos, e por unanimidade dos diretórios presentes, o PMDB abandonou o governo do qual foi o maior sócio e beneficiário nos últimos 13 anos. Nenhuma satisfação à sociedade, nenhum pedido de desculpas por ter sido igualmente responsável por tudo o que levou à situação atual, nenhuma autocrítica, nenhuma proposta. Apenas a jogada política supostamente magistral para tentar se descolar da crise política e reinventar-se como solução. Continua o mesmo e velho PMDB tentando renascer das cinzas da fogueira que ele ajudou a atear.”

Leave a reply

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien