Jardel e a política

alx_esporte-20150407-33-1_original

Tem uma frase de Monteiro Lobato, se não me engano, que diz: “a ocasião não faz o ladrão; o ladrão nasce pronto; a ocasião faz o roubo”. Triste essa frase. Mais triste ainda é que ela pode ser um bom resumo da política brasileira. Não de agora, de sempre!

Há, hoje, quem defenda os militares e uma nova intervenção. Se esquecem que a dívida externa foi multiplicada por eles.  Eles roubaram, torturaram, mataram, mas o povo, de memória os quer de volta. Hoje, pagamos caro pelas ações dos militares. Pensem isso!

Voltando ao hoje. Jardel é o reflexo de um sistema político falido. Carente de novas lideranças. Que aposta em famosos para ter votos.  Não tem ideologia, projeto de futuro, plano de governo, ideais. É o poder pelo poder!

Mas a culpa não é apenas dos partidos – que, aliás, se multiplicam a cada ano. A culpa é, também, dos eleitores. Quem votou no Jardel sabe alguma proposta dele? Ou votou porque ele foi um ídolo gremista? Futebol é futebol! política é política!

Enquanto o povo não aprender a votar, teremos diariamente escândalos como os de Jardel, Cunha, Delcídio, Renan, Collor… Eles estão onde estão pelo voto, foram conduzidos pelo povo aos seus cargos. Botem a mão na consciência!

Sabe que não fico tão espantado com casos como este, fico triste, pois perdemos mais uma chance de votar correto, moralizar a política e melhorar nosso futuro!

Espero de coração que nas eleições municipais 2016 façamos a coisa correta, votar por popularidade ou por protesto é jogar a chance de um município melhor para nossos filhos!

Leave a reply

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien