Simers denuncia ao MP falta de medicamentos em postos de saúde em Porto Alegre

saude Socorro

Saúde pública doente de Porto Alegre… Até quando?

O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) e a Associação Brasileira em Defesa dos Usuários de Sistemas de Saúde (Abrasus) recorreram, nesta quarta-feira, ao Ministério Público Estadual (MP) para resolver imediatamente a falta de remédios em farmácias e postos do Sistema Único de Saúde (SUS) em Porto Alegre.

O presidente do Simers, Paulo de Argollo Mendes, defende que o MP firme um termo de ajustamento de conduta com o município para que seja feita uma compra emergencial dos itens em falta, principalmente medicamentos de uso comum e para tratar doenças crônicas, como hipertensão, doença cardíaca e diabetes.

O Sindicato constatou no Posto de Saúde Modelo, próximo à avenida João Pessoa, a falta de 20 remédios, informação que está exposta em um mural no acesso à farmácia do local. As pessoas, principalmente de mais idade, formavam fila na unidade e muitas saíram de mãos vazias. A Secretaria de Saúde Municipal, reconheceu a limitação e explicou que o impasse é reflexo de um incêndio no fornecedor de medicamentos, mas já foi feita compra emergencial e a expectativa é que o problema seja resolvido em 15 dias.

Fonte: Rádio Guaíba

Leave a reply

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien