E os presídios continuam protagonizando as mesmas crises

Segurança não é um tema sobre o qual o eu costumo falar. Mas todos temos acompanhado de perto as notícias que chegam do Maranhão. Impossível, ao lermos essas noticias, não fazermos uma comparação com aquele que é apontado por especialistas como o pior presídio do país: o presídio Central, que fica em Porto Alegre. Impossível, também, não lembrarmos do Carandiru…

De quem é a maior responsabilidade disso tudo? Faltam verbas para termos presídios adequados? Faltam projetos para executar com os recursos assegurados? Afinal, segurança é problema/responsabilidade de quem?

Sei que muitos ainda pensam que bandido bom é bandido morto. Sei que outros tantos pensam que azar, presídio deve mesmo estar em péssimas condições, já que “bandido não merece tratamento digno”. Mas o debate vai além.

Temos mais de 500 mil presos. Mais da metade está preso sem ter sido condenado. Eles ainda esperam julgamento. Outros tantos já cumpriram sua pena, mas há tanta bagunça em nosso sistema, que seguem presos. A população de jovens nos presídios é crescente. Mas as penas não são longas… Ou seja, eles acabam voltando a conviver em sociedade.

E quando eles saem do presídio saem mais próximos da violência do que da reabilitação. Presos tratados de forma indigna, com violência, com abusos, saem fortalecidos no mundo do crime. E saem às ruas para conviver com a gente.

Ou o Estado cumpre seu papel e garante a ressocialização dessa população carcerária, ou em pouco tempo seremos nós os aprisionados em casa, com grades cada vez maiores, cercas elétricas, carros blindados, seguranças particulares… Não é essa a vida que quero para mim e para os meus. Quero liberdade de ir e vir, quero direitos iguais a todos, quero que todo jovem tenha chances e que, assim, possa escolher outro caminho que não o tráfico.

Que o Brasil saiba superar essa situação. Que busque uma medida urgente, porque já perdemos milhares de vidas nessa inércia dos governos.

Leave a reply

WP-Backgrounds Lite by InoPlugs Web Design and Juwelier Schönmann 1010 Wien